Quem não está envolvido no mundo tech, sempre irá nomear o profissional de uma dessas duas áreas como um “programador”. Entretanto, para aqueles que desejam ingressar em um desses setores, é crucial entender qual a diferença entre o Front-End e Back-End. 

Também é importante compreender que o mercado sempre exigirá mais atividades de um profissional. Este é o caso do Full Stack, que acaba realizando as duas funções.   

Onde atua um profissional de Front-End? 

Esse profissional está diretamente ligado a interface do site e deve se preocupar em encontrar a melhor forma do usuário interagir com ele.  

Para entender melhor a atuação nessa área, é necessário saber de alguns jargões e vocabulários. Confira abaixo alguns termos comumente utilizados:  

HTML 

O HTML é a linguagem básica para uma aplicação e possibilita a organização do conteúdo. Sem ele, não seria possível exibir textos com tamanhos ideais para os parágrafos e títulos, imagens ou apresentar uma rede de informação clara e concisa.    

CSS 

Já a linguagem CSS serve para criar efeitos de transição e define o estilo da página com as fontes e cores. Podemos entender o CSS como uma linguagem para decorar o site, além de servir como complemento do HTML.  

JavaScript 

O JavaScript deixa o site mais dinâmico e interativo. Ele permite que o programador consiga inserir conteúdos dinâmicos na página, como mapas interativos, gráficos animados, e tudo que complemente melhor a informação. 

E o Back-End? Onde está esse profissional? 

Diferentemente do Front-End, o profissional de Back-End atua por trás de um site ou aplicativo. Ele irá trabalhar com o banco de dados desse sistema, prestando serviço interno para o público.  

O Back-End é um filtro, para que as informações apareçam corretamente no front end. Para ficar mais claro, pense naquele momento em que você entra em uma página e pedem para colocar login e senha. Quando você apertar o “ENTER”, o Back End é quem verifica se está tudo certo e manda de volta ao front end validando, ou não, sua entrada dentro da área restrita no site. 

Atuação nas duas áreas 

Atualmente o mercado exige que um programador domine as duas vertentes, como comentamos anteriormente, um profissional com essas habilidades é chamado de Full Stack.

Entretanto, é comum que um profissional que já atua em uma das áreas, acabe aprendendo a linguagem da outra.

Assim, atuar como full stack é uma grande oportunidade de crescimento para quem está começando a construir uma carreira na programação.

Agora que você já entende qual a diferença entre Front-End e Back-End, basta entender qual das duas áreas você ainda precisa desenvolver para dominar um pouco de cada.