No início de setembro, El Salvador aprovou o Bitcoin como moeda legal no país. 

Antes da aprovação da “Lei Bitcoin”, desde 2001, o dólar era a única moeda oficial, que fez com que o valor do criptoativo aumentasse em 1,49%, alcançando mais de US$52.680, segundo o portal “Olhar Digital”. 

Mais de um mês se passou desde que a decisão do presidente Nayib Bukele entrou em vigor. Confira no texto abaixo, o contexto e atualizações a aprovação do Bitcoin como moeda legal em El Salvador.  

A adoção da criptomoeda por El Salvador 

El salvador se preparou para a chegada da criptomoeda e instalou caixas automáticos nas ruas, para que os cidadãos pudessem movimentar a moeda. Além disso, criou uma carteira digital chamada Chivo (uma gíria do país que significa “legal”), para oferecer transações gratuitas e efetuação de pagamentos internacionais usando o ativo. 

Para incentivar a população, o governo também ofereceu US$ 30 para aqueles que se cadastrarem na carteira digital.  

Inicialmente, a criptomoeda foi encarada como um risco por boa parte dos salvadorenhos – afinal, 70% da população do país não tem acesso ao sistema financeiro tradicional (bancos). 

Devido à falta de suporte aos cidadãos e comunicação falha durante a estreia da criptomoeda, parte da opinião pública apresentou resistência ao apoiar a decisão do governo, demonstrando preocupações com a falta de informação e volatilidade das criptomoedas.   

Energia de vulcões ajudaram a minerar os bitcoins 

El Salvador é apelidada como a “terra dos vulcões”, uma vez que a energia geotérmica é responsável por 23,54% da produção de eletricidade local, segundo a rede de televisão CNBC. 

Com isso Nayib Bukele, presidente do país, cumpriu com promessa feita em junho, quando disse que iria minerar bitcoin com energia barata por meio de uma empresa de eletricidade geotérmica.  

A mineração resultou em 0,00599179 Bitcoin (cerca de US$269) na sua primeira mineração com fontes geotérmicas. 

Para ficar de olho 

Para o mundo, El Salvador funcionará como um importante teste em relação ao grande passo na economia nacional do país: quais serão as consequências da decisão e como o governo lidará com períodos longos de baixa da criptomoeda?