Quem lê notícias sobre empresas, startups e investimentos, com certeza já ouviu falar em ESG e sua importância para qualquer negócio. ESG significa environmental, social and governance, ou, em português, “ambiental, social e governança”. Na prática, consiste em três critérios que permitem medir os impactos sociais e ambientais de um investimento em uma empresa.

O termo ESG é usado para descrever o quanto uma empresa procura reduzir danos ao meio ambiente, atuando de maneira sustentável, além de adotar as melhores práticas administrativas. Além disso, a sigla também é utilizada para falar de investimentos que levam em conta critérios de sustentabilidade e não somente índices financeiros.

Por que o ESG tem ganhado destaque?

As medidas ESG não são apenas mais um modismo. A sigla tem ganhado destaque em um contexto em que a sociedade valoriza cada vez mais negócios que respeitam pessoas, o meio ambiente e uma boa gestão. Considerando que estamos lidando com o desperdício de recursos escassos, produção desnecessária de resíduos, uma agenda cada vez mais pautada pela sustentabilidade e uma geração que prioriza marcas sustentáveis – 42% da geração Z prefere empresas com essas práticas e 38% deixaria de comprar produtos de marcas que tenham má influência no meio ambiente segundo a pesquisa Millenium Survey. Por conta dessas exigências dos consumidores, negócios que seguem boas práticas ambientais, sociais e de governança são mais estáveis e podem trazer mais lucratividade no longo prazo.

Nesse contexto, investidores e fundos de investimento também passaram a olhar para esses critérios para direcionar seus aportes. Mas não são só os investidores que estão de olho. Os consumidores também estão mais cautelosos no momento de comprar e adquirir bens e serviços, o que aumenta o desafio das empresas em criar um relacionamento verdadeiro e duradouro com seus clientes.

ESG na prática: exemplos de ações que as empresas podem fazer

O resultado para os negócios que apostam nessas boas práticas são positivos não só na atração de investidores, como também na percepção do mercado. Veja algumas iniciativas voltadas para cada uma das letras que compõem a sigla ESG:

Ambiental

  • Desenvolver embalagens recicláveis ou que utilizam menos plástico;

Social

  • Permitir que as mulheres conciliem carreira e maternidade, oferecendo um ambiente e benefícios para que isso seja possível;

Governança

  • Ter transparência, tornando públicas as principais informações da empresa.